Este  Vila Santa Reserva branco 2011 chega ao mercado já com a nova imagem que a João Portugal Ramos criou para os seus vinhos, inspirada na paisagem Alentejana e com referências às encostas do Castelo de Estremoz.

O que não mudou foi a qualidade.


Depois de já ter tido oportunidade de provar este vinho na visita de apresentação que o produtor fez em Maio passado, surge agora a oportunidade de uma nova prova com o envio de uma segunda amostra. É pois a altura ideal de o provar com mais calma e à mesa, situação que prefiro sempre.

Comparada com a primeira prova vejo que a madeira se suavizou e ficou quase imperceptível. De resto mantém-se um vinho muito bom, fresco, com boa acidez e com fruta doce sem ser enjoativa.

À mesa acompanhou uns carapaus grelhados de forma fabulosa. Mas vejo-o também a ser bebido a sós num serão quente de verão ou com um queijo mole. Ou numa combinação mais arrojada porque não com um caril de gambas como fiz com o colheita 2009. Portou-se muito bem mesmo face ao picante.

É um vinho muito bom, bem feito e correcto. O preço face a outras ofertas no mercado (até do próprio produtor, como o Marquês de Borba por exemplo) pode parecer algo alto. Mas a qualidade justifica-o e a sua longevidade e capacidade gastronómica são razões suficientes.

É um vinho elegante e à medida que a temperatura sobe não se torna desagradável (ao contrário de outros brancos que fora da temperatura perdem muita qualidade). Também isso é um ponto a favor.

A decisão de compra deixo ao critério de cada um. Para a ocasião certa vale a pena e não deixa ninguém indiferente.

Eu fiquei certamente um fã dele.

Vila Santa Reserva branco 2011
Produzido porJoão Portugal Ramos,
Região: Alentejo, Portugal
Notas: Aroma suave com fruta tropical doce. Nota ligeira de baunilha.
Na boca fruta tropical com madeira muito ligeira. Um pouco de especiais.
Final longo com ligeira nota vegetal.
Boa acidez e uma frescura de boca inicial muito agradável.
Preço: PVP 10€
Classificação: 90 (em 100)
(26 de Maio, 2012) - provado no produtor
0

Adicione um comentário

A carregar